Polícia investiga suposto latrocínio

Parauapebas POLÍCIA

A Polícia Cívil de Parauapebas, na pessoa da delegada plantonista Yanna Azevedo, que está a frente da pasta de homicídios, ainda não tem informações que possam levar ao paradeiro de dois indivíduos que, no inicio da tarde de domingo (9), executaram com vários tiros de pistola 380 dois homens: Aurélio Santos Pereira, 39 anos de idade, e Fabiano Vieira da Silva.

Segundo informações, o caso aconteceu por volta das 13h, instante em que o Centro de Controle Operacional, (CCO) da Polícia Militar foi acionado com a informação de que na rodovia Faruk Salmem, estrada de acesso à ferrovia, mais precisamente na rotatória da rodovia com a entrada para o Lixão, estaria acontecendo um tiroteio e que uma das vítimas já havia morrido no local.

Com base nas informações, várias guarnições da PM se deslocaram para a área e constataram veracidade do caso. Uma das vítimas fatais foi logo identificada como sendo Aurélio Santos. Ele estava caído com o capacete preto na cabeça e com vários disparos no corpo, inclusive na cabeça. Já a segunda vitima, que também estava morta a essa altura, tinha um capacete vermelho na cabeça e duas perfurações de bala.

Pelas marcas de sangue deixadas no canto do muro onde Fabiano Vieira caiu baleado, supõe-se que a vítima tenha tentado se levantar.

Informações que estão sendo investigadas pela PC, dão conta que as vitimas se dirigiam para a roça que fica próxima ao lixão municipal quando foram alvejadas após fazerem a rotatória. Ainda de acordo com as informações, os assassinos já aguardavam as vítimas no posto abandonado próximo à rotatória e após matarem os dois rapazes os bandidos fugiram levando a moto Yamaha, Lander, cor preta, placa JWD 8325, de Aurélio Santos. Cerca de 22 cápsulas de pistola 380 foram recolhidas pela policia no local do crime.

A polícia não descarta a hipótese de latrocínio, porém pela quantidade de tiros deferidos levam as investigações para outras linhas como disputa por terra.

Por volta das 20h, uma guarnição da PM apresentou na delegacia a moto Lander levada pelos assassinos. O veículo foi encontrado abandonado com as chaves na ignição ligada na estrada de acesso a Vila Sansão a 100 metros da rotatória da estação ferroviária.

(Caetano Silva)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *