Hospital 5 de Outubro apresenta case em congresso Brasileiro

CANAÃ DOS CARAJÁS

A troca de experiencias e a apresentação de um case marcou a presença do Hospital 5 de Outubro (HCO) no I Congresso da Sociedade Brasileira para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente, que aconteceu no Rio de Janeiro, no período de 5 a 7 de junho.

Localizado em Canaã dos Carajás (PA), o Hospital é gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar e, para a entidade, a participação e o apoio ao evento é importante, pois o tema de qualidade e segurança do paciente está no DNA da entidade, tanto no seu planejamento estratégico quanto na sua política assistencial. 

A supervisora do Núcleo de Qualidade Segurança do Paciente (NQSP) do HCO Fernanda Gomes, teve a oportunidade de apresentar o projeto Cultura Justa: Estratégia para Estímulo a Notificação de Incidentes na modalidade de E-pôster na categoria Experiências Exitosas em Qualidade do Cuidado de Saúde e Segurança do Paciente.

Ela contou que a iniciativa trata-se de um projeto de intervenção educativa para estímulo da notificação voluntária de incidentes. “O projeto teve início no dia 5 de julho de 2018 com a apresentação do tema ‘Cultura Justa x Segurança do Paciente’, que é a implantação da ação na qual o colaborador que realizar o maior número de notificações do seu processo, ou seja, identificar as falhas e circunstâncias de risco do seu setor, recebe um prêmio entregue pela alta gestão do hospital”, explicou ela.

A primeira premiação na instituição foi em 12 de agosto de 2018, sendo considerados os dados de 1 a 31 de julho de 2018. No primeiro período (janeiro a julho de 2018) a média mensal de notificações de incidentes foi de 11,33, passando para 45 no segundo período (agosto de 2018 a janeiro de 2019), representando um aumento de quase 300%. A iniciativa favoreceu no desenvolvimento de um ambiente onde os profissionais são capazes de relatar erros ou quase acidentes sem medo de repreensão ou punição, demonstrado pelo aumento do número de notificações após o início do projeto.

“Diante dos resultados, percebeu-se que ações para estímulo a notificações são uma importante estratégia para fortalecer a segurança do paciente através da identificação de oportunidade de melhorias”, finalizou Fernanda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *