Canaã: funcionário de cooperativa morre em acidente de trânsito

CANAÃ DOS CARAJÁS
Funcionário da Cooletar e pai da presidente Valéria, José Pereira da Silva seguia em direção ao Parque de Exposições de Canaã quando se envolveu em um acidente fatal. Taxista envolvido na tragédia já foi identificado, se apresentou na delegacia e responderá ao processo em liberdade

Não bastasse a lastimável sequência de violentos acontecimentos em Canaã dos Carajás ao longo de todo o final de semana, o domingo (16) amanheceu sangrento na Terra Prometida. O funcionário da Cooletar e pai da presidente da entidade, Valéria, José Pereira da Silva, seguia em sua motocicleta em direção ao Parque de Exposições Florentino Guirelle quando se envolveu em um trágico de trânsito. Segundo informações, um veículo que seguia atrás de José perdeu o controle e acabou o atingindo. Tudo indica que, graças à violência do impacto, o homem morreu na hora.

O veículo envolvido na tragédia era um táxi e o seu condutor, identificado como Francisco, ficou no local, tentou prestar socorro à vítima e só deixou a cena do acidente quando populares, exaltados pelo acontecido, foram hostis com ele.

Pouco tempo depois do ocorrido, Francisco se apresentou na delegacia, prestou depoimento e se colocou à disposição da justiça para investigações sobre o caso. O taxista explicou que estava trabalhando na hora do ocorrido. “Eu tinha deixado um passageiro na cidade e estava voltando ao parque para buscar outro.”

O acidente aconteceu por volta das 6h da manhã. A Cooletar enviou uma nota sobre o caso. Confira:

Nota:

As famílias, Coolettar, Agência Canaã e ISES, hoje também amanheceram de LUTO.

Nosso companheiro Sr. José Pereira da Silva , pai da Valéria, presidente da Coolettar, faleceu por volta das 6h, vítima de um atropelamento, ele estava em sua moto, indo trabalhar na Expocanaã.

O Velório acontecerá por volta das 14h, na Rua do Campo, em frente à antiga Auto Center Correia.

Nossos mais profundos sentimentos neste momento de dor.

Final de semana sangrento:

Canaã vive, nesta sexta (14), sábado (15) e domingo (16), um dos finais de semana mais sangrentos e preocupantes de sua história.

Na sexta, um assalto de grandes proporções à Relojoaria Topázio, com direito a tiros e reféns, assustou a toda a população. No mesmo dia, Edna Diniz Torres, que estava grávida e já em trabalho, foi assassinada por uma dupla de moto em uma tentativa frustrada de assalto.

No sábado, o bebê de Edna Torres acabou vindo à óbito depois de ser transferido para a capital. Ainda na data, um acidente entre dois carros de luxo no centro também deixou a sociedade atônita.

No domingo, a tragédia com José Pereira deixou a todos ainda mais assustados. “O demônio está à solta” comentou um internauta.

A Polícia Civil reforçou o efetivo em Canaã para investigar os acontecimentos dos últimos dias.

Ajude a manter o Site no Ar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *