Estudante cria nanobateria recarregável que pode durar 400 anos

NOTÍCIAS

Uma estudante de doutorado criou, por acaso, uma nanobateria que pode mudar o futuro de todas as outras baterias no mundo.

Mya Le Thai, da Universidade da Califórnia, em Irvine, EUA, descobriu uma bateria recarregável que poderia durar até 400 anos.

Uma equipe de pesquisadores da UCI vinha experimentando nanofios para seu uso potencial em baterias, mas descobriu que, com o tempo, os fios finos e quebradiços quebrariam e rachariam depois de muitos ciclos de carga.

Um ciclo de carga é quando a bateria está completamente cheia, se esvazia e é recarregada novamente.

A descoberta

Um dia, por capricho, Thai revestiu um conjunto de nanofios de ouro em dióxido de manganês e um gel eletrolítico.

“Ela começou a acelerar esses condensadores de gel e foi quando tivemos a surpresa ” , disse Reginald Penner, presidente do departamento de química da universidade.

“Mya se surpreendeu: ‘esta coisa completou 10.000 ciclos e ainda está em andamento.’ E depois de alguns dias ela constatou: ‘Já dura 30.000 ciclos’. Isso continuou por um mês. ”

Esta descoberta é incrível porque a bateria média de um laptop dura entre 300 e 500 ciclos de carregamento.

A nanobateria desenvolvida na UCI atingiu 200.000 ciclos em três meses. Isso aumentaria a duração média da bateria de um laptop em aproximadamente 400 anos. O resto do dispositivo provavelmente pararia de funcionar décadas antes da bateria.

“O quadro geral é que pode haver uma maneira muito simples de estabilizar os nanofios do tipo que estamos estudando”, disse Penner.

Isso significa laptops e smartphones com maior duração e menos baterias de íons de lítio acumulando nos aterros sanitários.

(Informações: Só Notícias Boas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *