Em Parauapebas, professores aprovados em concurso são desprezados pelo governo municipal

Na manhã desta quarta-feira (13), educadores aprovados em concurso bem que tentaram falar com o secretário de educação, mas foram completamente ignorados

A educação pública em Parauapebas respira com a ajuda de aparelhos e parece não ter data para sair da UTI. Enquanto milhares de crianças estão expostas à precariedade das estruturas escolares e professores efetivos ameaçam greve, docentes que foram aprovados em concurso da prefeitura daquela cidade são completamente desprezados pelo poder público.

Na manhã desta quarta-feira (13), o grupo de profissionais educadores aprovado na seleção foi até a Secretaria de Educação para tentar conversar com o gestor da pasta, José Luiz Barbosa Vieira. Por lá, depois de esperar por horas, os professores foram atendidos pelo secretário adjunto e foram informados que somente 13 aprovados em concurso serão chamados para ocupar as poucas vagas disponíveis. Além disso, o secretário de educação só poderá se reunir com a classe no próximo mês, de acordo com o retorno obtido na ocasião.

De acordo com os professores, a administração está dando prioridade a profissionais contratados. “Há mais de 13 vagas disponíveis, mas o que eles querem é chamar mais professores contratados. Todos esses profissionais aqui se esforçaram para passar em concurso público e estão sendo deixado de lado. Isso é um erro grave” explicou um dos docentes aprovados.

Os profissionais concursados seguem sem respostas para a problemática em torno de suas efetivações como servidores públicos de Parauapebas.

Post Author: Israel Morais

1 thought on “Em Parauapebas, professores aprovados em concurso são desprezados pelo governo municipal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *