Bandidos atiram contra viatura da PM e em vários bairros de Canaã

CANAÃ DOS CARAJÁS

A suspeita é de que o bando se organizava para assaltar agências bancárias na cidade

Há pouco mais de um mês, as agências do Banco do Brasil e Sicredi ficaram seriamente avariadas durante uma tentativa frustrada de assalto. Na noite do atentado, o pavor se espalhou por Canaã dos Carajás e vários tiros foram disparados contra os bancos e contra o quartel da PM. A história de medo e insegurança parece ter ensaiado uma volta na madrugada desta sexta-feira (4) no município.

De acordo com informações divulgadas pela PM, uma caminhonete de cor prata estava parada, com os faróis altos próximo à Rua do Campo, centro da cidade. Ao avistarem a PM, os ocupantes da caminhonete dispararam contra a viatura.

Após o tiro, outra caminhonete, essa de cor branca, também apareceu no local e, junto com a outra, fugiu da PM, tentando acertar os policiais com vários disparos de espingarda calibre 12 e fuzil.

Segundo a PM, diversas denúncias deram conta de que tiros estavam sendo disparados em vários bairros da cidade. Além das caminhonetes, duas motos estavam dando apoio à ação.

A situação dos disparos durou cerca de duas horas. Os suspeitos conseguiram fugir da viatura e ainda não se tem informações sobre o ocorrido. Tudo indica que os autores dos disparos estavam planejando um novo assalto às agências da cidade.

Confira a nota da PM na íntegra:

INDÍCIOS DE TENTATIVA DE ASSALTO A BANCO

Por volta de 00h30, 04/01/19, a GU da POLÍCIA MILITAR, ao passar pela rua do Campo, avistou uma caminhonete prata, parada (com os faróis altos) em uma rua transversal, logo em seguida houve um disparo de arma de fogo vindo da caminhonete prata em direção a viatura policial. A caminhonete empreendeu fuga. Outra caminhonete, de cor branca, surgiu e dobrou em alta velocidade ao avistar a Viatura. Em seguida começaram diversas ligações informando de disparos de armas de fogo em alguns bairros. Os elementos saíram fazendo disparos que aparentavam ser de espingarda cal.12 e fuzil. Havia algumas motos dando suporte ao bando. A situação de disparos perdurou por cerca de 2 horas. Com a chegada do reforço policial os elementos não foram encontrados. Ano passado os elementos usaram a mesma estratégia para tentar surpreender a viatura e montaram emboscadas, chegaram a entrar no bosque próximo ao cemitério, mas não obtiveram êxito e não chegaram a explodir nenhuma agência. Algum tempo depois montaram outra estratégia e tentaram invadir o quartel. Houve intensa troca de tiros por cerca de uma hora. Os indivíduos explodiram uma cooperativa de créditos, um dos elementos que participou da logística foi identificado e preso naquela ocasião. Qualquer informação sobre esse bando de criminosos podem ser repassadas para o nosso número de emergência: 99154-6464. Contamos com a ajuda de todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *