Policia Civil prende autor da morte do jovem Juvêncio

Por volta das 22h40 desta quinta-feira (6), menos de duas horas depois do homicídio do estudante Juvêncio Teixeira Barroso, 26 anos de idade, executado com três tiros a queima roupa na cabeça, a equipe de investigadores da delegacia no plantão do delegado Gabriel Henrique, prendeu, em flagrante, no bloco 12, apartamento 44, do Residencial Alto Bonito, Parauapebas, Bruno da Silva Martiniano, 20 anos de idade, autor dos disparos que mataram Juvêncio Teixeira.

O crime aconteceu por volta das 20h30 na rua Matusalém em frente ao número 526, bairro Betânia, quando a vítima caminhava pela rua no sentido à sua residência retornando da escola. Naquele momento, Juvêncio foi abordado pelo acusado que o aguardava na esquina da rua em sua moto Honda Bros, cor branca. Ao se aproximar do estudante, o assassino obrigou a vítima a se deitar no chão e realizou quatro disparos de revólver calibre 38, atingindo três no lado esquerdo da cabeça de Juvêncio.

Com base em informações colhidas pela equipe de investigadores no local do crime, a polícia chegou ao residencial Alto Bonito, onde mora a mulher identificada por Karolaine Rodrigues da Silva, de 20 anos, ex namorada da vítima com quem tinha um filho. Ouvido pelo delegado Gabriel Henrique, o acusado Bruno Silva confessou que matou Juvêncio Teixera por que havia tomado conhecimento de que o mesmo havia falado que iria lhe matar por estar namorando com Karolaine Rodrigues.

Na residência, os policiais encontraram o revólver usado no crime com duas munições intactas, além de uma pequena porção de maconha prensada. Com base no flagrante achado na casa, Karolaine Rodrigues também foi conduzida para a delegacia onde foi ouvida em depoimento.

(Caetano Silva)

Post Author: Israel Morais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *