Assassinato: Homem é morto e tem orelha arrancada

Crime aconteceu na zona rural de Parauapebas. Evidências apontam para crime encomendado
Um homem foi assassinado a tiros na zona rural de Parauapebas nesta segunda-feira (25). O crime aconteceu na vila Barra do Cedro, distante 37km de Parauapebas. Adriano Anjos da Silva, de 32 anos, era natural de Belém-PA e estava na região há dois meses trabalhando na construção de uma casa para um produtor rural local.

A Polícia Civil foi informada de que Adriano foi visto pela última vez por volta das 11:40h, quando foi chamado por uma vizinha para almoçar. O levantamento feito pelas autoridades policias deram conta que, logo após o almoço, o homem teria armado uma rede e se deitado para descansar.
Durante o momento de descanso, um homem teria chegado ao local e chamado Adriano pelo nome. Ao responder, a vítima foi reconhecida e levada para um matagal. Minutos depois, vizinhos ouviram o disparo de arma de fogo que tirou a vida do homem. O assassino fugiu do local sem deixar pistas do seu paradeiro.
Instante depois do disparo, a vítima foi achada morta com um rombo na nuca e a orelha direita arrancada. Nas costas, marcas de botas deram a entender que Adriano foi pisado pelo seu algoz. A PC já investiga o crime e deve ouvir produtores da região para esclarecer a autoria do crime. Indícios, como o fato de a orelha ter sido arrancada e o assassino chamar Adriano pelo nome, dão a entender que o crime foi encomendado.

Segue depois da Publicidade

COMENTE VIA FACEBOOK

Post Author: Israel Morais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *