Prefeitura de Parauapebas emite nota sobre a morte de criança vítima de leishmaniose

Apesar de ter publicado a notícia da morte da criança em primeira mão, blog Fala Sério não foi atendido pela assessoria de imprensa da Prefeitura de Parauapebas



O blog Fala Sério publicou, com exclusividade, nesta quinta-feira (17) a notícia de que uma criança teria morrido em decorrência da leishmaniose em Parauapebas. Tentando ouvir o lado do governo daquela cidade, o blog entrou em contato com a assessoria de imprensa do município, através de e-mail e telefone, mas não obteve nenhum retorno.

A Prefeitura só se manifestou, em outro site, depois que a notícia foi ao ar e causou uma repercussão negativa para o governo de Darci Lermen. Apesar de ter sido ignorado pela Prefeitura, o blog publica agora, na íntegra, a nota emitida pela Prefeitura. Confira:


A Prefeitura de Parauapebas está profundamente consternada com o falecimento nesta quarta-feira, 16, de uma menina de 2 anos, vítima de leishmaniose visceral, e se solidariza à família. Proveniente de São Félix do Xingu, a criança apresentava sintomas da doença há cerca de 30 dias, quando a família procurou tratamento. Primeiro, no próprio município de São Félix. Depois, em Tucumã, onde foi aconselhada a recorrer ao Hospital Geral, em Parauapebas.
E foi somente no HGP que a criança foi diagnosticada com a doença. A equipe médica usou todos os recursos para preservar a vida da menina, mas devido ao seu quadro de saúde já bastante debilitado não foi possível salvá-la.
Desde janeiro de 2017, dois casos de morte por leishmaniose foram registrados em Parauapebas, sendo que ambas as vítimas vieram de outros municípios da região.
A Prefeitura de Parauapebas tem mantido o HGP com as características de um hospital regional, e sua abrangência tem sido cada vez maior. Diariamente, dezenas de pacientes de outros municípios do sul e sudeste do Pará procuram a instituição para algum tratamento de saúde. E poucos têm sido os casos de leishmaniose, mas os riscos existem.
Para enfrentar a doença, o governo municipal intensificou o combate à doença. Carro fumacê, teste rápido em animais, descontaminação em caso positivo para humanos, além de campanha de conscientização, são algumas das ações que já vêm sendo desenvolvidas pela prefeitura. E agora, em parceria com a Semurb, mutirões de limpeza estão sendo realizados em todo o município.
Porém, é necessária a participação de toda a nossa gente no enfrentamento a essa grave doença. É hora de darmos as mãos – poder público e comunidade -, para que casos como o da criança de São Félix não se repitam. Nossos profissionais da saúde estão comprometidos para ajudar em mais esse desafio, para o bem-estar e a boa saúde de toda a população.
Contamos com o apoio de toda a nossa gente contra a leishmaniose!

Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.