Cidadãos canaenses protestam contra topônimo da Praça do Papai Noe... Ops, José Mendes!


Projeto de Lei de autoria do vereador Chefinho, no ano de 2016, foi aprovado pela Câmara Municipal. Segundo o parlamentar, a ideia era homenagear José Mendes de Andrade, pioneiro da cidade e pai de Anderson Mendes, presidente da Acciaca e atual vereador do município

Foto: Jeferson Almeida/Ascom PMCC

#PraçadoPapaiNoel


Um manifesto contra o topônimo escolhido para a Praça da Juventude, localizada no antigo Campo do Papai Noel, tomou conta de uma publicação da página oficial no Facebook da Prefeitura Municipal de Canaã nas últimas horas. A publicação anunciava à população a data escolhida pelo governo para a inauguração da Praça José Mendes de Andrade, que teve o topônimo indicado pelo vereador Chefinho em abril de 2016. Na ocasião, a Casa de Leis aprovou por unanimidade o Projeto indicado pelo pedetista.

À época, ninguém pareceu se importar muito com a proposta em questão; José Mendes, pai do vereador Anderson Mendes, havia acabado de falecer e Noel Cirino, o famoso Papai Noel, empresário e ex-candidato a vereador do município, estava bem, vivo e feliz. Pouco mais de um ano depois, já em 2017, Noel veio a falecer e a comoção foi geral em torno da figura mítica do pioneiro canaense.

Chefinho falou sobre o caso. “Eu quis homenagear o nosso companheiro, também pioneiro de Canaã, o nosso querido José Major. Eu achei que era o melhor nome, já que ele era vizinho do lugar e morador de Canaã há muito tempo, quis dedicar isso à família dele. Tenho todo o respeito, toda a gratidão ao Papai Noel. O prefeito Jeová não tem culpa nesse sentido; gostaria que a família entendesse isso.



A filha de Noel, emocionada, se manifestou sobre o caso. “Eu cresci no lugar vendo meu pai fazer várias coisas por essas crianças do município. Seria mais do que justa essa homenagem. Ele tinha os defeitos dele, mas fez muito por ali: furou poços, fazia brinquedos... Ali antes era só um bueiro e ele buscava terra para colocar lá e fazer um lugar melhor. Meu pai queria ter o seu nome lembrado em algum lugar da cidade.”




Os protestos continuam a acontecer no Facebook e parecem não ter prazo para terminar. A certeza é que todo o poder emana do povo e este já parece ter definido o nome do local há muito tempo. Ainda que o topônimo indicado por Chefinho permaneça, a Praça do Papai Noel não será jamais chamado por outro nome.








Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.