MINERADORA AVANCO IGNORA PRODUTORES RURAIS CIRCUNVIZINHOS AO PROJETO PEDRA BRANCA

Em torno de 15 proprietários rurais circunvizinhos ao Projeto Pedra Branca da empresa Vale Dourado Mineração – AVANCO (Água Azul do Norte) vem sendo afetados pelo projeto.

Dentre outros impactos podemos relacionar os seguintes:

1. Esgotamento das nascentes de água;
2. Interferência na produção animal por conta das constantes explosões;
3. Interrupções de vias de acesso;

Já foram encaminhados inúmeros ofícios solicitando ao menos uma reunião com a empresa para que os Produtores Rurais sejam informados sobre o projeto e que os danos causados a eles sejam minimizados.

Acontece que todos os ofícios foram ignorados pela empresa o que causa extremo desconforto e tensão entre os produtores rurais.

Inclusive tal silêncio já ocasionou ações por parte dos Produtores como, por exemplo, os Auto de Infrações junto a Secretaria de Meio Ambiente do Estado do Pará e ao DNPM:

Auto de Infração: 102326/GEMIM/CMINA/DLA/SAGRA/2017
Auto de Infração: 101867/GERAD/COFISC/DIFISC/SAGRA/2017
Auto de Infração: 101900/GERAD/COFISC/DIFISC/SAGRA/2017
Auto de Infração: 101189/CONJUR/2017
Auto de Infração: 101162/CONJUR/2017
DNPM – Processo 48405.950317-2017 0009705

Agindo de tal forma a Empresa Vale Dourado vem ignorando os direitos dos Produtores Rurais da Região do Projeto os quais ali residiam muito antes de se descobrir o potencial minerário do subsolo.

Todos os meios judiciais cabíveis serão utilizados pelos Produtores Rurais caso não sejam respeitados seus direitos, inclusive embargo do projeto.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.